Renata Domingos

Cuidar do coração não é uma opção

A Fundação Portuguesa de Cardiologia (FCP) assinalou Maio como o mês do coração na tentativa de alertar a população para a problemática das doenças cardiovasculares. Tendo em conta que num Portugal pré-covid, morriam cerca de 100 pessoas por dia devido à patologia cardiovascular, atualmente esse número é ainda maior.